Quinta-feira, 21 de Março de 2013

GRANDE FESTIVAL NA CASA DO C. DE GÓIS

 

Adriano Pacheco

 

 

Grande tarde cultural na Casa do Concelho de Góis, apresentada pela Associação Educativa e Recreativa de Góis –AERG através de quatro das suas várias secções, promovida pelo Conselho Regional da Casa Concelhia e apoiada pela Câmara Municipal com os meios de transporte que pôs à disposição. Logo de início exibiram-se os executantes da secção do Judo com belas demonstrações da sua arte, desde os juvenis aos seniores onde se encontrava o Bernardo, um vice-campeão, orientados pelo Mestre Raul Valente que assim mostrou belo e profícuo trabalho de dedicação e esforço.

Seguiu-se depois o grupo de concertinas, com elementos representantes dos vários escalões etários que executaram, com o som vibrante deste instrumento, vários números musicais privilegiando o folclore português de todos bem conhecido, em detrimento do típico folclore serrano, o que de certo modo causou alguma estranheza… foi pena.

Atuou depois o grupo coral misto, com trinta elementos agrupados em vários naipes de vozes bem definidos, com bela apresentação, bem afinado, cantando vários números da música ligeira portuguesa, superiormente dirigido pelo Maestro Avelino Correia. Trata-se de facto dum grupo bem composto, com várias vozes, fazendo-se ouvir com muito agrado ao nível de qualquer coro de nomeada que temos ouvido. Bem sabemos que os seus elementos são todos amadores, como a maioria destes grupos, mas não entendemos por que existe apenas para consumo interno e sem qualquer visibilidade.

Por fim evoluiu a Filarmónica Goiense com um bom número de executantes em instrumentos de sopro, que atuaram em pequenos grupos separados, segundo as peças que iam tocando, um dos quais o malabarista em bondós e por fim a filarmónica no seu todo. Ouviu-se assim boa música de belas peças que ajudaram a criar o ambiente agradável que se viveu no auditório da Casa do Concelho de Góis, durante uma bela tarde cultural, com três ou quatro horas de música.

Ainda que todas as seções se exibissem dentro do seu melhor, não podemos deixar de realçar o nível superior do grupo coral que bem se podia mostrar em outro palco do país sem qualquer complexo de inferioridade, antes pelo contrário, mostrou bem a sua afinação enquadrada com as várias vozes e na sua bela postura. Bem sabemos que os elementos fazem deste trabalho o seu hobby, mas voltamos a frisar que não compreendemos porque existe apenas para consumo dentro de portas, ficando assim a dúvida de que a sua qualidade seja devidamente apreciada. Falta-lhe apenas um palco, uma montra que lhe desse outra visibilidade. Se fosse uma equipa de futebol com este nível, claro que a sua projeção seria outra!...

Gostaríamos de destacar aqui e chamar a atenção para o grande trabalho sociocultural levado a cabo pelos Secionistas, Mestres e Maestros dentro duma Associação que luta com as dificuldades inerentes, num tempo em que a cultura, a nível nacional, não é uma das prioridades das entidades governamentais. Ficando deste modo invisível o esforço e o alto contributo cultural que esta coletividade presta à sociedade em geral e em particular à goiense, trabalho esse que só o tempo nos dará conta. Sobressai aqui a grande capacidade organizativa e disciplinar do presidente da AERG, Rui Sampaio que, sem exibicionismos nem jactâncias, vai dando o melhor de si colaborando e administrando esta enorme coletividade.

xPor fim ouvimos os agradecimentos do Dr. Luís Martins por parte do Concelho Regional, o vice- presidente da Câmara Municipal Dr. José Rodrigues, presidente da Assembleia Municipal, o próprio presidente da AERG, Rui Sampaio e do presidente da Casa, José Santos, que elogiou o belo espetáculo que tínhamos assistido, destacando o número de jovens executantes e pediu ao Rui Sampaio que continuasse com a sua meritória missão, acabando por lhe fazer entrega de pequenas lembranças.

A tarde terminou com um abundante lanche para todos os que ali se encontravam.

 

 

 

 

publicado por penedo às 21:31

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Trajecto do Elèctrico  28

. Comendadores de Góis

. Comendadores de Góis em L...

. Comendadores de Góis

. GASTRONOMIA E AS GAMELINH...

. ...

. ll jantar solidário em Gó...

. CASA do CONCELHO de GÓIS ...

. Esporão

. II Noite Musical Solidár...

.links

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO