Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

Feira dos Santos

 

 

 

 Feira dos Santos do Mel e da Castanha

 
A vila de Góis acolhe mais uma vez, no dia 1 de Novembro, a Feira dos Santos do Mel e da Castanha, iniciativa que se inicia pelas 7 horas prolongando-se até às 18 horas, no Parque de Lazer do Baião.
Este certame visa promover os produtos locais e regionais, com destaque para o Mel com DOP [Denominação de Origem Protegida] - Mel da Serra da Lousã e os frutos secos, sendo que a organização irá promover durante este dia o concurso de Doces/Bolos [confeccionados à base de mel e ou frutos secos], bem como o II Concurso de “Mel da Serra da Lousã”.
A Feira contará com a animação dos Ranchos Folclóricos “As Sachadeiras da Várzea” e “Rancho Folclórico Serra do Ceira”, o “Grupo de Concertinas de Góis” e a realização do VII Torneio da Malha Inter-Colectividades, culminando com o Tradicional Magusto.
in www.rcarganil.com

 

publicado por penedo às 09:14

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

À volta dos Penedos....

SIMANTORTA--EVENTOS/09

 

               

 

                     Magusto

                   

 

 

 

A Comissão de Melhoramentos  da Simantorta vai levar a efeito o magusto anual

 no próximo dia 7 de Novembro na Casa Concelho da Pampilhosa da Serra

em Lisboa.

 

 

publicado por penedo às 18:07

link do post | comentar | favorito
|

CAMINHADA “Ascensão aos Penedos de Góis”

 

 
19 de Dezembro (sábado)

Os Penedos de Góis são uma serra escarpada, em plena Serra da Lousã, que formou desníveis únicos, com quedas de água e ribeiras impetuosas. Um local deslumbrante com miradouros sobre a paisagem beirã. Trata-se portanto de um caminhada de ascensão, por encostas inóspitas e de declives acentuados, ao ponto mais alto do concelho de Góis (1048m), pelo que se exige alguma resistência por parte dos participantes.

Local de encontro: Esporão (Góis), junto às bombas de gasolina, às 9h30. Duração: cerca de 4/5h. Preço: 10€/pax Inclui guias e seguro.

Para inscrições e informações:
Bairro de S. Paulo, 2, 3330-304 GÓIS
tel / fax 235 778 938
telem 966 217 787
mail geral@transserrano.com
publicado por penedo às 17:07

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Só em Gois!?

Laptop ou em cima do colo - uma prenda de aniversário

 
Uma estória sobre um tema que nunca referi. Novas tecnologias e os seus imbróglios.
Vamos para a Serra da Lousã. Mais propriamente para Cerdeira. Foi em Setembro. Parece uma cantiga, mas não. Já partilhei por aqui diversos momentos com fotos e estórias. Todos os anos, desde a existência de telélés nas nossas mãos, que esta estória se repete. Este ano duplicou por causa dum computador de colinho, ou seja, um portátil, ou seja um laptop.

É quase impossível aceder a uma qualquer rede de telemóvel. Mesmo assim, para o laptop, disseram-nos ser a TMN um pouco mais ampla na sua emissão. Por isso, dirigi-mo-nos a uma loja em Góis para confirmar o que nos tinham dito: a TMN é a rede que melhor se apanha para estas bandas. Mas só cá por baixo, lá em cima não vai conseguir.

Estamos na Beira Baixa, Concelho de Góis, a cerca de 800 m de altitude. A meio do País. Estamos numa encosta, em frente a um Penedo a 1048m de altitude. Por detrás do Penedo, situa-se o Trevim a 1205m de altitude e tem nas suas imediações uma pista de aviação utilizada de Verão para combate aos fogos florestais e uma bela vista sobre a vila da Lousã e sobre o *meu* calhau.

Nem o laptop, oferta de aniversário de Marido este ano ;) nem o telemóvel de novíssima geração, na apregoada e actualíssima era das comunicações funcionam. Levei-o comigo, qual cachopa feliz pela prenda, mas apenas me serviu de máquina de escrever e de álbum fotográfico. É ridículo, é uma brincadeira. Só pode ser. É ausente qualquer ponto de cobertura de Internet.

Leio: é preciso reforçar a importância das novas tecnologias para combater as assimetrias regionais ... Wi-Fi com inauguração e tudo, mas
Só em Góis!? Imagino-me na casinha, no cimo da Serra. Marido! Leva-me a Góis. Vou estar um bocadinho na NET. E lá vou eu carregada com o laptop, de carro com motorista que eu não tenho carta de condução, fazer mais de duas dezenas de quilómetros (há o ir e o regressar) para usufruir da Wi-Fi desde que tenha acesso wireless, que deve ter por ser recente, não sei e demonstro a minha ignorância. Vai decerto haver um banco para me sentar, lá no Largo. Ponho o portátil ao colo e abro o browser. Depois escrevo não sei o quê e o login é coimbradigital@ptwifi.pt, a password é hotspot, mas isto depois hei-de aprender. Mando o motorista às favas e fico ali, se tiver sorte e for uma das 22 que acede. E já está. Fácil, né? E os Magalhães senhores, e os Magalhães? Depois volto para casa, no carro com motorista.

Voltando aos telélés, só posso sorrir, se não dá mesmo vontade de chorar por sentir uma raiva desgraçada a brotar-me do peito. É complicado sabem? Quando a noite vem e não pensamos sair de casa, está na hora de ouvir a voz da família que não está connosco. Como não temos a PT instalada na casa da Serra - só para férias? era só o que faltava, paga-se um balúrdio - então comunicamos como? Através da rede móvel. Claro. E pego no telélé que esteve a carregar mudo e quedo. Como sou uma pequena dada a raivas mas ocasionais e rápidas - só de pensar sorrio - tenho de sair para a rua. Imaginem-me no pátio lá de casa, ou a andar rua acima rua abaixo com o telélé na mão e braço no ar, dando uma volta lenta de 360 graus, umas vezes apontando o Penedo, outras a Pena, outras o Vale Torto, outras para a Póvoa e outras ainda a Estrada de Santiago ou Via Láctea. Parece que estou a calcular a latitude e a longitude do lugar ou a tentar contactar a mãe do E.T., mas não. Só ando à procura da rede da TMN para ligar cá para dentro do Planeta Terra. Ah e caminho sem poder olhar o que piso que pode acontecer ser um sapinho-príncipe, uma aranha, um grilo, uma(s) caganita(s) de cabra, eu sei lá mais o quê. E as melgas e outros sanguinários insectos noctívagos? É cada baba. E depois, se aparecem um ou dois risquinhos azuis já dá para ligar, aqui tem, grito, que bom, mas logo que baixo o braço, lá se vão. E se não se vão toda a gente do Lugar ouve o que dizemos, porque o altifalante tem de estar ligado "Olá, tudo bem?" ... um atraso de vida, como diz a minha santinha. Só assistindo às cenas.

Chateia-me ter concluído só em Góis conseguir ligar-me à NET, quando estou no cimo da Serra. E a caminho, enquanto a descemos ir fazendo telefonemas mas com algum receio de na curva seguinte, a chamada cair e eu ficar a falar para o boneco. Já aconteceu.

Mas está tudo bem. Temos Sol em Outubro, temos água nas torneiras, não temos guerras nem outras coisitas más.

Meus senhores das redes móveis TMN, Vodafone e Optimus, dá para espalhar mais antenas pelas franjas da Serra da Lousã?
 
publicado por penedo às 19:22

link do post | comentar | favorito
|

Estrada para os Penedos

 

O Penedo imforma os seus visitantes, que desde sábado passado  a estrada que dá acesso aos Penedos  de Gois na zona compreendida entre " a Casa do Guarda (Espinho) e os Aguchos ,entroncamento de estradas para o S.António da Neve,os Povorais e  os Penedos se encontra alcatroada,  com um tapete novo, sendo assim possivel transitar ,com melhor acesso a estes locais.

publicado por penedo às 18:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

À volta dos Penedos... Povorais

14/Out 0:08
 
 
A Comissão Melhoramentos dos Povorais, vem por este meio comunicar
 
que irá realizar-se um Magusto no dia 14 de Novembro pelas 16h em Famões,
 
para todos os Associados e Amigos dos Povorais.
 
 
 
in
hi5 povorais
publicado por penedo às 19:00

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Outubro de 2009

Autárquicas em Gois

 

Góis: Lurdes Castanheira eleita

 
Lurdes Castanheira (PS) foi eleita hoje para a presidência da Câmara Municipal de Góis, sucedendo ao seu camarada José Girão Vitorino. Os três primeiros candidatos a vereadores pelo PSD tinham sido autarcas eleitos pelo PS.

Lurdes Castanheira passa a ser, assim, a segunda mulher presidente de Câmara
no distrito de Coimbra, a outra é a social-democrata Fátima Ramos em Miranda do Corvo.

in http://campeaoprovincias.com
 

 

Câmara Municipal de Góis

 
PS 51,45% - 1.583 votos - 3 mandatos
PPD/PSD - 43,55% - 1.340 votos - 2 mandatos
PCP-PEV 1,1% - 34 votos - 0 mandatos

EM BRANCO 2.34% - 72 votos
NULOS 1.56% - 48 votos

Votantes: 3.077
Inscritos: 4.214

Maria de Lurdes de Oliveira Castanheira – PS
Diamantino Jorge Simões Garcia – PSD
José Alberto Domingos Rodrigues – PS
Maria Helena Antunes Barata Moniz – PSD
Mário Barata Garcia – PS
 
 

in blogois

 

publicado por penedo às 22:59

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Fora dos contexto do blog ...

 MAS TALVEZ SEJA BOM SABER...

 

Actualizações no Código da Estrada em Portugal


 ENTROU EM VIGOR EM JULHO !


 Desta vez vai doer mesmo


MUITO IMPORTANTE


As alterações ao código da estrada abaixo identificadas entraram em vigor. Por isso, a partir deste fim-de-semana, há que parar em todos os STOP, nada de andar de trotinete em cima dos passeios, e retirar a placa de 'procuro novo dono' do automóvel. Atenção ao pagamento imediato das coimas (bem como das atrasadas).
 

VELOCIDADE


Sempre que exista grande intensidade de trânsito, o condutor deve circular com velocidade especialmente moderada. Caso não o faça cometerá uma contra-ordenação grave. ( Art.ºs 25.º e 145.º )
A velocidade mínima nas auto-estradas passa de 40 para 50 km/h . (Art.º 27.º )
A sanção pelo excesso de velocidade é agravada e distinta quando ocorra dentro ou fora da localidade.
Assim:
Automóveis ligeiros, motociclos
   
 Excesso de velocidade Coima Contra-Ordenação
   
Dentro das localidades

 

Até 20 km/h60 a 300 eurosLeve
20 a 40 km/h120 a 600 eurosGrave
40 a 60 km/h300 a 1.500 eurosMuito Grave
Mais de 60 km/h500 a 2.500 eurosMuito Grave
   
Fora
das
LocalidadesAté 30 km/h60 a 300 eurosLeve
30 a 60 km/h120 a 600 eurosGrave
60 a 80 km/h300 a 1.500 eurosMuito Grave
Mais de 80 km/h500 a 2.500 eurosMuito Grave

 
 
Automóveis pesados
   
 Excesso de velocidade Coima Contra-Ordenação
   
Dentro
das
Localidades

Até 10 km/h60 a 300 eurosLeve
10 a 20 km/h120 a 600 eurosGrave
20 a 40 km/h300 a 1.500 eurosMuito Grave
Mais de 40 km/h500 a 2.500 eurosMuito Grave
   
Fora
das
Localidades

Até 20 km/h60 a 300 eurosLeve
20 a 40 km/h120 a 600 eurosGrave
40 a 60 km/h300 a 1.500 eurosMuito Grave
Mais de 60 km/h500 a 2.500 eurosMuito Gra


PLACAS COLOCADAS NO EIXO DA FAIXA DE RODAGEM


Para efeitos de mudança de direcção deixa de existir o conceito de placa de forma triangular. Assim, qualquer placa situada no eixo da faixa de rodagem deve ser contornada pela direita. Contudo, se estas se encontrarem numa via de sentido único, ou na parte da faixa de rodagem afecta a um só sentido, podem ser contornadas pela esquerda ou pela direita, conforme for mais conveniente. ( Art.º 16.º )


ROTUNDAS
Nas rotundas, situadas dentro ou fora das localidades, o condutor deve escolher a via de trânsito mais conveniente ao seu destino. ( Art.º 14.º )
Os condutores de veículos a motor que pretendam entrar numa rotunda passam a ter de ceder a passagem aos condutores de velocípedes, de veículos de tracção animal e de animais que nela circulem. ( Art.ºs 31.º e 32.º )
Os condutores que circulam nas rotundas deixam de estar obrigados a ceder passagem aos eléctricos que nelas pretendam entrar. ( Art.º 32.º )
Passa a ser proibido parar ou estacionar menos de 5 metros , para um e outro lado, das rotundas e no interior das mesmas. ( Art.º 49.º )


ULTRAPASSAGEM


A ultrapassagem de veículo pelo lado direito passa a ser sancionada com coima de 250 a 1.250 euros. ( Art.º 36.º )


PARAGEM E ESTACIONAMENTO


Passa a ser proibido parar e estacionar a menos de 25 metros antes e 5 metros depois dos sinais de paragem dos veículos de transporte colectivo de passageiros - autocarros. ( Art.º 49.º )
Passa a ser proibido parar e estacionar a menos de 6 metros antes dos sinais de paragem dos veículos de transporte colectivo de passageiros que circulem sobre carris - eléctricos. ( Art.º 49.º )
O estacionamento de veículos ostentando qualquer informação com vista à sua transacção (ex: vende-se, procuro novo dono, n.º de telemóvel, entre outros), é proibido e considerado abusivo, pelo que este será rebocado. ( Art.ºs 50.º e 163.º )
A paragem e o estacionamento nas passagens assinaladas para a travessia de peões (passadeiras) passa a ser considerado contra-ordenação grave. ( Art.º 145.º )

 


TRANSPORTE DE CRIANÇAS


As crianças com menos de 12 anos de idade e menos de 150 cm de altura devem ser transportadas sempre no banco de trás e são obrigadas a utilizar sistemas de retenção adequados ao seu tamanho e peso - cadeirinhas. ( Art.º 55.º )
É permitido o transporte de crianças com menos de 3 anos no banco da frente desde que se utilize sistema de retenção virado para a retaguarda e o airbag do lado do passageiro se encontre desactivado. ( Art.º 55.º )
Nos automóveis que não estejam equipados com cintos de segurança é proibido o transporte de crianças com menos de 3 anos. ( Art.º 55.º )
A infracção a qualquer das disposições referidas nos pontos anteriores é sancionada com coima de 120 a 600 euros por cada criança transportada indevidamente. ( Art.º 55.º )
O transporte de menores ou ininputáveis sem cinto de segurança passa a ser considerado contra-ordenação grave. ( Art.º 145.º )


ARREMESSO DE OBJECTOS PARA O EXTERIOR DO VEÍCULO


O arremesso de qualquer objecto para o exterior do veículo passa a ser sancionado com coima de 60 a 300 euros. ( Art.º 79.º ) - Atenção às beatas, charutos e outros cigarros que devem ser apagados nos respectivos cinzeiros dos carros


TROTINETAS COM MOTOR


Os condutores de trotinetas com motor, um brinquedo que hoje se adquire em qualquer supermercado, têm de usar capacete devidamente ajustado e apertado. ( Art.º 82.º )
O trânsito destes veículos não é equiparado ao trânsito de peões, pelo que não podem circular nos passeios. ( Art.º 104.º )
Para as restantes disposições do Código da Estrada, estes veículos são equiparados a velocípedes. (Art.º 112.º )


USO DE TELEMÓVEL DURANTE A CONDUÇÃO


A utilização de telemóvel durante a condução, só é permitida se for utilizado auricular ou sistema alta voz que não implique manuseamento continuado. A infracção a esta disposição é sancionada com coima de 120 a 600 euros e passa a ser considerada contra-ordenação grave. ( Art.ºs 84.º e 145.º )


TRIÂNGULO DE PRÉ-SINALIZAÇÃO E COLETE RETRORREFLECTOR


Passa a ser obrigatório colocar o triângulo de pré-sinalização de perigo (a pelo menos 30 metros do veículo, de forma a ser visível a, pelo menos, 100 metros ) sempre que o veículo fique imobilizado na faixa de rodagem ou na berma ou nestas tenha deixado cair carga. ( Art.º 88.º )
Todos os veículos a motor (excepto os de 2 ou 3 rodas, os motocultivadores e os quadriciclos sem caixa) têm de estar equipados com um colecte retrorreflector, de modelo aprovado. ( Art.º 88.º )
Nas situações em que é obrigatório o uso do sinal de pré-sinalização de perigo, quem proceder à sua colocação, à reparação do veículo ou à remoção da carga deve utilizar colete retrorreflector. A não utilização do colete é sancionada com coima de 120 a 600 euros. ( Art.º 88.º )


OUTRAS ALTERAÇÕES


Não parar perante o sinal de STOP, ou perante a luz vermelha de regulação do trânsito ou o desrespeito da obrigação de parar imposta pelos agentes fiscalizadores ou reguladores do trânsito, passa a ser considerada contra-ordenação muito grave. ( Art.º 146.º )
Pisar ou transpor uma linha longitudinal contínua que separa os sentidos de trânsito passa a ser considerada contra-ordenação muito grave. ( Art.º 146.º )
A condução sob influência do álcool, considerada em relatório médico, passa a ser considerada contra-ordenação muito grave. ( Art.º 146.º )
CLASSIFICAÇÃO DE VEÍCULOS
Passa a haver as categorias de triciclos e de velocípedes com motor. Para efeitos de circulação, os velocípedes com motor são equiparados a velocípedes. ( Art.ºs 107.º e 112.º )
Os quadriciclos passam a ser distinguidos entre ligeiros e pesados. A condução destes veículos passa a ficar dependente da titularidade de carta de condução. ( Art.º.s 107.º e 123.º )
TRANSFORMAÇÃO DE VEÍCULOS (TUNING)
É proibido o trânsito de veículos sem os sistemas, componentes ou acessórios com que foi aprovado, que utilize sistemas, componentes ou acessórios não aprovados, que tenha sido objecto de transformação não aprovada. As autoridades de fiscalização do trânsito, ou seus agentes, podem proceder à apreensão do veículo até que este seja aprovado em inspecção extraordinária, sendo o proprietário sancionado com coima de 250 a 1.250 euros. (Art.ºs 114.º, 115.º e 162.º )
INSPECÇÕES
Passam a realizar-se inspecções para verificação das características após acidente e inspecções na via pública para verificação das condições de manutenção. ( Art.º 116.º
 

REGIME PROBATÓRIO DA CARTA DE CONDUÇÃO


A carta de condução, emitida a favor de quem não se encontrava habilitado, passa a ser provisória pelo período de três anos. ( Art.º 122.º )
Acresce que os titulares de carta de condução das subcategorias A1 e/ou B1 voltam a estar sujeitos ao regime probatório quando obtiverem as categorias A e/ou B. Ou seja, nestas situações, a carta de condução é provisória duas vezes. ( Art.º 122.º )
A carta de condução provisória caduca se o seu titular for condenado pela prática de um crime rodoviário, de uma contra-ordenação muito grave ou de duas contra-ordenações graves. ( Art.º 130.º )
Os veículos conduzidos por titulares de carta de condução provisória têm de ostentar à retaguarda um dístico ('ovo estrelado') de modelo a definir em regulamento. ( Art.º 122.º )
 

SUBCATEGORIAS DE VEÍCULOS
São criadas as subcategorias B1, C1, C1+E, D1 e D1+E. Trata-se de veículos da mesma espécie, mas de dimensões mais reduzidas. ( Art.º 123.º )
Não existe precedência de habilitações, ou seja, não é necessário estar habilitado para a subcategoria C1 para obter a categoria C.


REQUISITOS PARA OBTENÇÃO DE CARTA DE CONDUÇÃO
Aos candidatos a condutores passa a ser exigido que saibam ler e escrever. (Art.º 126.º )


NOVOS EXAMES


Os condutores detectados a circularem em contramão nas auto-estradas ou vias equiparadas, bem como aqueles que sejam considerados dependentes de álcool ou drogas, serão submetidos a novos exames - médicos, psicológicos ou de condução. ( Art.º 129.º )


SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL


A circulação de veículo sem seguro de responsabilidade civil passa a ser sancionada com coima de 500 a 2.500 euros e a ser considerada contra-ordenação grave (aplicada ao proprietário do veículo). O veículo é apreendido pelas autoridades de fiscalização do trânsito ou seus agentes. ( Art.ºs 145.º, 150.º e 162.º )


PAGAMENTO VOLUNTÁRIO DA COIMA


O pagamento voluntário da coima passa a ser efectuado no acto da verificação da contra-ordenação, ou seja, o condutor terá de pagar a coima (pelo valor mínimo) ao agente que detecta a infracção e levanta o auto. ( Art.º 173.º )
Se o condutor não pretender efectuar o pagamento voluntário imediato da coima, deve prestar depósito, também imediatamente, de valor igual ao mínimo da coima prevista para a contra-ordenação praticada. Esse valor será devolvido se não houver lugar a condenação. ( Art.º 173.º )
Se o infractor não pagar a coima no momento, ou se não efectuar o depósito referido, o agente de autoridade apreende o título de condução, ou os títulos de identificação do veículo e de registo de propriedade, e emite uma guia de substituição, válida pelo tempo julgado necessário, e renovável até à conclusão do processo. Quando efectuar o pagamento, os documentos serão devolvidos ao condutor.

 


 
Esclarecimento da Ex-DGV:
Tendo em conta as disposições aplicáveis do Código da Estrada, na redacção que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei nº 44/2005, de 23 de Fevereiro, constantes dos artºs 13º, nº 1; 14º, nºs 1 a 3; 15º, nº 1; 16º, nº 1; 21º; 25º; 31º, nº 1, c) e 43º e as definições referidas no artº 1º do mesmo Código, na circulação em rotundas os condutores devem adoptar o seguinte comportamento:


1- O condutor que pretende tomar a primeira saída da rotunda deve:
Ocupar, dentro da rotunda, a via da direita, sinalizando antecipadamente quando pretende sair.
2 - Se pretender tomar qualquer das outras saídas deve:
Ocupar, dentro da rotunda, a via de trânsito mais adequada em função da saída que vai utilizar (2ª saída = 2ª via; 3ª saída= 3ª via);
Aproximar-se progressivamente da via da direita;
Fazer sinal para a direita depois de passar a saída imediatamente anterior à que pretende uitilizar;
Mudar para a via de trânsito da direita antes da saída, sinalizando antecipadamente quando for sair.


 

publicado por penedo às 19:45

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Estes são os Penedos de Góis

publicado por penedo às 19:24

link do post | comentar | favorito
|

Eólicas

 
 
 
De Guidinha Pinto a 2 de Outubro de 2009 às 13:14
 
Olá, boa tarde. Estou de visita a este sítio e assustei-me com o conteúdo dos comentários. Não podemos aceitar, jamais, que um parque eólico seja construído no nosso Penedo. Não sou contra os parques eólicos e por muito necessária que seja a implementação de energias renováveis, no nosso Penedo NÃO! À volta dele, há muito espaço. Para Norte, Sul e Nascente já existem eólicas. Para Poente, é só subir a estrada da Pena para as Aigras e Trevim e vão lá ver o espaço aberto que existe. E com maior altitude. Vão lá e estudem os acessos. Por favor, deixem o nosso calhau em paz. É isso que ele nos transmite - Paz.

Saudações amigas.


 

 


 

 
De Alberto Manuel Henriques Barata a 4 de Outubro de 2009 às 11:16
 
Sobre o tema, que se prende com a possibilidade de instalar EÓLICAS no penedo, entendo possuir alguma legitimidade e autoridade moral, para manifestar a minha opinião sobre este assunto.
De facto, tendo nascido na Póvoa da Cerdeira, a primeira visão que retive na minha mente, após os meus olhos terem passado a visionar tudo o que se encontrava ao meu redor foi, como é óbvio, o penedo.
Por outro lado, com 13 e 14 anos de idade, quantas vezes, bem cedo pela manhã, eu subi o penedo, passando pelo Vale Torto, Povorais até à Oitava, fazendo o mesmo percurso de forma inversa ao entardecer.
Nessa época participei também, na reflorestação de toda a zona, que envolve o penedo, após o mesmo ter sido objecto de incêndio no Verão de 1964.
Posto isto, entendo que se praticará um crime de natureza ambiental se, eventualmente, procederem à instalação de EÓLICAS no penedo de Góis.
Contudo, caso existam cidadãos disponíveis para trabalharem, eu acredito que sim, no sentido de evitarem a prática de tal crime, então há que encarar esta temática de forma séria.
Assim, primacialmente, é preciso saber qual a entidade ou entidades, poder central, ou poder local, com competência para decidirem sobre esta matéria.
Qual o papel a desempenhar pelas Organizações não governamentais de natureza ambiental, no sentido de se evitar o cometimento de mais um monstruoso atentado ambiental.
Embora longe do penedo, manter-me-ei atento ao desenrolar dos acontecimentos e sempre disponível para participar nas diligências necessárias e adequadas, conducentes à preservação do nosso penedo.

Alberto Barata
tags:
publicado por penedo às 10:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

Eólicas . Comentários.....

Anónimo Anónimo disse...

 

O Sr.Jorge e uma pessoa inculta,o negócio dele e sr.Graciano é o DINHEIRO CAMARADAS
VAMOS DENUNCIAR ESTE ATENTADO

30 Setembro, 2009 19:24

 

Anónimo Anónimo disse...

 

Enquanto eu viver nunca lá colocarão tal coisa. Ou seja, só por cima do meu cadáver. Um dia saberão quem eu sou...

30 Setembro, 2009 21:47Anónimo

 

Anónimo disse...

 

Então aquilo não é rede natura?
Para isso já a coisa viria mais de cima...aqui há gato ou cheira a esturro...

30 Setembro, 2009 23:10

 

 

Blogger Anaia Vestrares disse...

Este é um assunto muito mais importante que a maioria das pessoas possa imaginar.
1º Vejamos: se essas empresas efectivamente trazem alguma compensação monetária ao erário municipal, têm que me provar isso muito bem. Já temos parque eólicos a trabalhar à muitos anos e só vejo o erário a diminuir. Posso perguntar: onde está essa mais-valia?
2º jamais em tempo algum poderemos permitir a vandalização do maior monumento do nosso concelho.
Por mim, bem como toda a minha família, corroboramos a posição do anónimo de 30 Setembro, 2009 21:47, e sempre são mais uns cadáveres que terão que transpor.
Defenderei o penedo até com a vida de for necessário.

30 Setembro, 2009 23:43

 

 

Anónimo Anónimo disse...

Apoiado!
Não permitiremos que isto aconteça.
Que levem os parques eólicos para o Rabadão que há lá muito espaço.

30 Setembro, 2009 23:52

 
Anónimo Anónimo disse...

Esta informação merece ser esmiuçada.

A Câmara Municipal de Góis garantiu-me que não iria autorizar aerogeradores na cumeada dos Penedos de Góis, o que contradiz em absoluto o que é dito no "post". Alguém pode adiantar mais informações sobre este assunto?

Penso que as candidaturas aos órgãos autárquicos deveriam pronunciar-se, sem ambiguidades, sobre a seguinte questão: São a favor ou contra a implantação de um parque eólico num local proposto (por unanimidade) pela Assembleia Municipal de Góis a Monumento Natural Nacional?

Jaime Manuel F. Pinto

30 Setembro, 2009 23:52

 

 

Anónimo Anónimo disse...

Caros concidadãos:
Para que se saiba, já há alguns anos que, ilegalmente, o executivo municipal de então autorizou a exploração duma pedreira nos Penedos de Góis. A muito custo, um conjunto de valorosos e corajosos Cidadãos, conseguiram forçar o seu encerramento.
Atá à presente data, a cicatriz dessa exploração continua aberta, e o local tornou-se num vazadouro de todo o tipo de lixo. Até aos dias de hoje, o responsável por tal autorização, ilegal, não foi punido pela justiça porque não lhe foi movida qualquer acção judicial, ou outra de base popular.
Caros concidadãos: é tempo de se cerrarem fileiras na defesa de tão raro e valioso património Municipal e Nacional. Estejamos atentos a negocitadas, sejam elas da Junta, dos Compartes ou da Câmara.
Desta vez, caros Concidadãos, que não fiquem impunes os culpados.
TÊM QUE PAGAR!

01 Outubro, 2009 09:19

 

 

Anónimo Anónimo disse...

 

A ser verdade esta noticia, isso torna-se um atentado para o concelho de Góis.
Não vamos permitir que isso aconteça. Os Penedos são das paisagens mais BELAS que Góis tem.
Vamos (Sr. Politicos) é criar condiçoes dignas, para que os turisticas que nos visitam tenham maravilhas para ver. e não meia duzia de torres que desvirtua a paisagem.
Elas são importantes para o desenvolvimento, mas instaladas noutro Local apropiado, é coisa que não falta em Góis.

01 Outubro, 2009 10:08

 

Anónimo Anónimo disse...

Muito bem,vamos exclarecer esta situação.
Anos já passaram e um Pres.Camara de Gois foi até Inglaterra de passeio,mais sua companheira ao abrigo de uma firma que queria montar um Parque eólico,lembram-se disto ?

02 Outubro, 2009 10:24

 

 

Anónimo Anónimo disse...

Caros Goienses interessados por este assunto,

Como os esclarecimentos dignos de crédito têm sido poucos e os boatos muitos, informo que coloquei às duas principais candidaturas à Câmara M Góis a seguinte questão:

A V/ candidatura, caso ganhe as eleições e conquiste a presidência da Câmara Municipal de Góis, irá opor-se, ou não, à instalação de um parque eólico nas cumeadas dos Penedos de Góis?

Jaime Manuel F. Pinto

02 Outubro, 2009 11:27

 

 

in

 

blogois

publicado por penedo às 11:33

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Trajecto do Elèctrico  28

. Comendadores de Góis

. Comendadores de Góis em L...

. Comendadores de Góis

. GASTRONOMIA E AS GAMELINH...

. ...

. ll jantar solidário em Gó...

. CASA do CONCELHO de GÓIS ...

. Esporão

. II Noite Musical Solidár...

.links

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO