Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

OPINIÃO

Texto e fotos de :
Adriano Filipe

 AS FREGUESIAS VIERAM À CIDADE!
 
 
 
 
Um evento que congregou as presenças dos Presidentes das Juntas de Freguesias do Concelho de Góis, bem como da representante da Câmara Municipal.
Foi um encontro que promete trazer algo de novo,pelo menos fiquei com essa visão.
Quem se lembra das reuniões dos antigos conselhos regionais, dos quais muita coisa se aflorava,numa perspectiva realista, mas que na prática pouco vinha ao de cima e de nada valia no imediato,começando pela fraca assistência,nas mesmas.
Guardo sim, dessas reuniões, em que a companhia do meu amigo Luís Martins era constante em que os dois marcava-mos presença em nome da Comissão de Melhoramentos do Esporão, a memória entre outros do amigo comum dos Góienses do Srº. José Matos Cruz.
Realço, deste último encontro a maneira cordial,e cívica como decorreu num ambiente aonde a pedinchice individual e bairrista não existiu,o que é um bom sinónimo. 
Todas as intervenções desde a mesa representada pelo autarcas, bem como dos representantes das comissões,foi tida num tom generalizado e comum aos anseios das aldeias e existentes em cada freguesia, estas, sendo umas mais rurais e outras mais urbanas.
Claro que as carências numas e noutras são distintas,não só pela distância da sede do Concelho,como também de problemas mais intrínsecos  a cada uma.
Muito caminho há a percorrer no regionalismo,o espírito do mesmo, tem vencido dificuldades desde o regime anterior,não será agora,que apesar do actual poder autárquico ser mais directo e positivo na resolução dos problemas das pessoas,resta ao movimento regionalista se actualizar com as novas realidades, enveredando  por outras formas de estar,nomeadamente servir-se das novas tecnologias,
tentar estar,no meio social,cultural,lazer desportivo,turismo...etc.
Os mais jovens têm que ser estimulados,para a vida associativa e regionalista,basta para isso que lhes dêem  a oportunidade real nas funções,que lhes são atribuídas,e ferramentas para se sentirem realizados naquilo em que estão inseridos,sem paternalismos e algum tipo de vassalagem.    
As comissões,ligas e outras têm que ser parceiros mais activos no poder local, não pedir só, mas também dar sugestões mais realistas e viáveis,defendendo as suas raízes locais,tais como costumes,gastronomia,embora possam ser comuns na serra mas decerto modo são diferentes.
Trazer ao de cima os valores tradicionais,mostrar a riqueza que a ruralidade das aldeias têm,folclore,a etnografia; procurando em conjunto programas conjuntos de proximidade.
Não há aldeias boas ou más,podem ser todas iguais mas diferentes  no essencial ,é nessa diferença que reside a sua riqueza .
O problema das águas é sem dúvida abrangente a muitas aldeias,é pena que umas tenham Juntas que tratam das mesmas,recolhendo o liquido para análise custeando as mesmas,a  limpeza das minas e seus depósitos.Ao contrário de outras que se limitam a colocar placas nos fontanários.
 Embora haja quem não esteja satisfeito com a nova situação administrativa, de qualquer modo julgo que será benéfico, assim os autarcas queiram.
A  Senhora Presidente da Edilidade Drª.Maria de Lurdes Castanheira na sua intervenção,não deixou de fazer referência ao facto, desejando que não se alter e que fiquemos por aqui,em relação a possíveis mudanças a nível dos concelhos.
Não deixou de mostrar as despesas e as obras e suas verbas realizadas das quais não faz grande alarido,preocupando-se  mais por deixar obra feita.
in
http://lugarvelhosobreiras.blogspot.pt
publicado por penedo às 16:33

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Trajecto do Elèctrico  28

. Comendadores de Góis

. Comendadores de Góis em L...

. Comendadores de Góis

. GASTRONOMIA E AS GAMELINH...

. ...

. ll jantar solidário em Gó...

. CASA do CONCELHO de GÓIS ...

. Esporão

. II Noite Musical Solidár...

.links

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO