Quinta-feira, 4 de Abril de 2013

À volta dos Penedos- Povorais

          Comissão de Melhoramentos de Povorais

 



No passado dia 17 do mês de Março de 2013, realizou-se a Assembleia Geral Ordinária da Comissão de Melhoramentos de Povorais, na Casa do Concelho de Góis, pelas 15H30 horas, presidida pelo Sr. Daniel Lopes de Carvalho e pela Sra. Gina Pimentel, secretariado pela Sra. Elisabete de Carvalho Pinto, onde contou com uma boa presença de associados, tendo a seguinte ordem de trabalhos:

 

1 – Análise e votação do Relatório e Contas e Parecer do Conselho Fiscal;

 

2 – Eleição dos novos corpos gerentes da C.M. P. para o biénio 2013-2015;

 

3 – Assunto de interesses para os Povorais;

 

Aberta a assembleia pelo Presidente da mesa, foi posto á discussão o 1º ponto de ordem de trabalhos, dando a palavra à Direcção e de seguida intervieram alguns associados sobre a matéria, tendo sido posto á votação que foi aprovado por unanimidade.

De seguida, foi lido o Parecer do Conselho Fiscal, que foi colocado à votação, onde foi também aprovado por unanimidade.

Do relatório consta a proposta de votos de agradecimentos às seguintes entidades e conterrâneos:

·     Câmara Municipal de Góis

     Junta de Freguesia de Góis

      A Comarca de Arganil

     O Varzeense

      O Jornal de Arganil

        Voto pesar pelos sócios e Conterrâneos falecidos.

 

Passou-se ao segundo ponto da ordem de trabalhos, “Eleição dos novos Corpos Gerentes“.

 

Foi apresentada uma única lista para o biénio 2013/2015, que, após ter sido colocada à votação,

foi aprovada por maioria.

 

 

 Lista dos Corpos Gerentes eleitos:

 

 

Assembleia-geral

 

Presidente – Fernando Carlos Cerqueira Pinto

Vice-Presidente – Anselmo Carvalho Baeta

Secretário – Elisabete Jesus Lopes Carvalho Pinto

 


Direcção

 

Presidente – Paulo Alexandre dos Santos Henriques

Vice-Presidente – Mário Luís Domingos Barata

Tesoureiro -  Rui Manuel Henriques Alves

1º Secretário -  Marco Paulo Pereira Sousa

2º Secretário – Fernando Barata Henriques

1º Vogal – José Manuel Batista

2º Vogal – Mária de Fátima Alves Henriques

Suplente – Anselmo Miguel Figueira Baeta

 


Conselho Fiscal

 

Presidente -  José Gentil Henriques Pimentel

Secretário -  José das Neves Gonçalves

Relator -  Daniel Lopes de Carvalho


 De seguida fizeram-se algumas considerações gerais acerca da nossa  Aldeia

e por fim o Presidente da Mesa agradeceu o modo como a Assembleia tinha decorrido,

dando-a por terminada.

 

No final os novos Corpos Gerentes tomaram posse para o novo mandato.

 


in

http://povorais.blogs.sapo.pt/

publicado por penedo às 23:45

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Centro de Saude de Gois

Autarquia de Góis - Tudo fará para manter o SAP a funcionar

Perante o manifesto de insatisfação e revolta da população goiense, face ao temor do encerramento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) no Centro de Saúde, em Góis

e à manifesta preocupação no que se refere também ao encerramento das extensões de saúde, nas diversas freguesias do concelho de Góis, o jornal O VARZEENSE foi falar com

a presidente da Câmara Municipal de Góis e apurou que, no que depender da autarquia goiense, esta tudo fará para manter os serviços em funcionamento e prestar um bom serviço de saúde à população.

Receosa com o encerramento do SAP, a presidente da Câmara Municipal de Góis, Dr.Maria de Lurdes Castanheira, referiu que, ainda em 2009, reuniu com as pessoas que

estão legitimadas para decidir sobre a problemática do encerramento ou não do SAP, nomeadamente: Administração Regional de Saúde do Centro, Director do Agrupamento

de Centros de Saúde Pinhal Interior Norte, Dr. António Sequeira e com o Coordenador da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Góis, Dr. Carvalheiro, tendo-lhe estes assegurado que nada seria decidido sem o município ser ouvido.

A edil mostrou-se disponível para colaborar de forma a manter o SAP em funcionamento e as extensões de Saúde existentes no concelho e realçou as dificuldades geográficas desta região, com grandes distâncias e difíceis acessibilidades, com poucos meios de transporte e uma população envelhecida.

Lurdes Castanheira admite que, numa óptica economicista, poderia ser mais rentável encerrar o SAP, todavia, na opinião da presidente de Câmara "em primeiro lugar temos

que olhar às necessidades da população, de forma a prestar um bom serviço de saúde"

e a necessidade de se deslocarem a Arganil durante o período nocturno é, na sua opinião, extremamente difícil para a população goiense.

Muito preocupada com a situação, a presidente da Câmara referiu ainda ao nosso jornal que, se o SAP encerrar obrigará consequentemente ao encerramento do Centro Municipal Rosa Maria, em Góis, o que, na sua óptica seria muito preocupante, pois colocaria em risco, para além de um serviço essencial à população alguns postos de trabalho. "A autarquia já disponibilizou um orçamento de 50 mil euros para auxiliar no funcionamento do Centro Municipal", acrescentou.

As extensões de Saúde são outra preocupação da autarca, que confessou: "a autarquia tem sido uma parceira activa que tem colmatado todas as dificuldades apresentadas" e exemplificou: "na extensão de Saúde de Vila Nova do Ceira foi resolvido o problema da acessibilidade, na de Cortes foi solicitado sistema informático com acesso à Internet, que, de imediato foi solucionado e "continuamos receptivos a ser parceiros de forma a prestar o melhor serviço às populações", assegurou.

A presidente da Câmara Municipal acrescentou ainda que, logo que tomou conhecimento da necessidade de pessoal auxiliar, para exercer funções no Centro de
Saúde, disponibilizou, de imediato, duas funcionárias que se encontram a prestar serviço na área da educação até que sejam solicitadas pelos serviços dé saúde.
Alguns presidentes de Junta também foram ou- vidos e partilham de igual opinião, afirmando estarem receptivos a serem parceiros de forma a manterem as extensões de saúde em funcionamento.

Em conversa com - o Director do Agrupaamento de Centros de Saúde Pinhal Interior Norte, Dr. António Sequeira, apurámos que, o sistema de saúde encontra-se em fase de reorganização, com vista a conseguir prestar um melhor serviço à população, pelo que, foi solicitado ao Coordenador da Unidade de Saúde de Góis, Dr. Carvalheiro, para efectuar um estudo exaustivo sobre a caracterização da população, suas patolo-gias, situação geográfica e transportes, no concelho de Góis, de forma a encontrar a melhor resposta. Todavia, o Dr. António Seque ira acrescentou que "o encerramento do SAP é uma matéria que não se encontra em cima da mesa" e que nada será decidido sem previamente haver um estudo concluído, ouvindo a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia, de forma a encontrar a resposta mais adequada aos anseios da população.

Tentámos ainda falar com o Dr. Carvalheiro, para saber em que fase se encontra o estudo, todavia, até ao fecho da edição do jornal, não foi possível conversar com o Coordenador da Unidade de Saúde de Góis
.


In O Varzeense, 15/02/2010

publicado por penedo às 23:28

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Festa da Freguesia de Góis

Encheu Casa do Concelho, em Lisboa

Inserido nas comemorações do 80.º aniversário do regionalismo goiense, realizou-se no passado dia 23 de Maio, na Casa do Concelho de Góis, em Lisboa, a festa da Freguesia de Góis.

À semelhança das festas das restantes freguesia do concelho, o evento foi um sucesso que encheu completamente a Casa de Concelho de conterrâneos e amigos de Góis.

Com dois autocarros, de dois andares, que se deslocaram do concelho e contando com aqueles que embora a morarem em Lisboa, não esquecem a sua terra Natal, a casa de Concelho, em Lisboa, recebeu um avultado número de presenças que partilharam saberes, experiências e recordações de Góis, numa festa que, para além de mostrar o artesanato, pintura e gastronomia local conseguiu animar todos com a sua boa música, tentando manter viva a chama do Regionalismo.

O evento, promovido pelo Conselho Regional da Casa do Concelho de Góis, contou também com a organização da Junta de Freguesia de Góis na elaboração do programa que preencheu a animada tarde de Sábado.

O cenário era encantador, com as paredes preenchidas por belíssimas pinturas da autoria de: Sandra Gonçalves, Pedro Pinto, Manuel Rodrigues, Helena Bandeira (Lenita) e José Rocha Barros. Todos tiveram ainda a hipótese de apreciar e comprar produtos regionais de fabrico artesanal, elaborados pelos artesãos Olinda Tomás e José Joaquim Cerdeira.

Para dar início ao programa tomou a palavra o Dr. Luís Martins, presidente do Conselho Regional da Casa do Concelho que começou por agradecer a presença de todos, pedindo em seguida um minuto de silêncio pelo falecimento de mais um director da casa de Concelho: o saudoso Adelino Veiga, falecido no passado mês de Abril.

Fez um balanço das comemorações do 80.º aniversário do Regionalismo goiense, realizadas na Casa Concelhia e referiu que “nas cinco sessões comemorativas houve várias actuações no campo cultural”, acrescentando que se tentou “divulgar a nossa cultura, nos seus diversos âmbitos: a nível musical, folclore, gastronomia, artesanato,

pintura, escrita, etc.” e terminou agradecendo a todos os que colaboraram nos cinco eventos realizados.

Em representação da ADIBER, a Dr.ª Maria de Lurdes Castanheira agradeceu o convite, cumprimentou todos os presentes e manifestou o gosto com que a ADIBER sempre trabalhou com a Junta de Freguesia de Góis, que segundo acrescentou: tem à sua frente um presidente, Alberto Jorge Reis, que ao longo das últimas três décadas tem feito uma excelente gestão autárquica, elogiando também o trabalho dos que têm feito equipa com ele.

Lurdes Castanheira, saudou ainda a Casa do Concelho pelo evento realizado e pela forma como sempre souberam acolher os goienses e as suas instituições.

Neste “encontro de naturais e amigos da freguesia de Góis”, em seguida, tomou a palavra Graciano Rodrigues, em nome da Junta de Freguesia de Góis, que agradeceu a presença de todos e justificou a ausência da vereadora da cultura, Helena Moniz, que, conforme disse: “apesar de já estar em Lisboa teve que regressar a Góis de urgência, por motivo de falecimento de um familiar próximo”. Graciano acrescentou ainda o gosto que a vereadora teria em estar presente na festa da freguesia de Góis, muito em especial por ter sido a freguesia que a viu nascer e que escolheu para residir. A título de curiosidade Graciano lembrou ainda que Helena Moniz já foi presidente da Assembleia de Freguesia de Góis, cargo que desempenhou com todo o amor, disse.

Em nome da Junta de Freguesia, Graciano Rodrigues apresentou o programa a realizar ao longo da tarde.

Agradeceu aos pintores e artesãos que se disponibilizaram para expor os seus trabalhos e aos funcionários da Junta de Freguesia pela forma como colaboraram na realização da festa.

Fez ainda uma breve descrição das obras realizadas, nos últimos anos, pela Junta de Freguesia, evidenciando a vertente humana onde investiram fortemente no último mandato.

Em nome da Assembleia de Freguesia de Góis, Rui Miguel Catarino cumprimentou todos os presentes e passou a ler uma mensagem da presidente da Assembleia de Freguesia, Carla Sofia Moreira, na qual se notou nitidamente o amor que a Carla nutre pela sua terra e o gosto em dizer que é goiense, tentando transmitir aos presentes o “bichinho” de divulgar o concelho de Góis, no sentido de aproximar cada vez mais as pessoas da sua região, tentando colmatar a desertificação.

Seguiu-se o presidente da Direcção da Casa do Concelho, José Dias Santos, que, depois de cumprimentar a mesa, com uma saudação especial, dirigiu-se ao sócio número um da Casa de Concelho, Armando Gualter Nogueira. Agradeceu a presença de todas as pessoas que se deslocaram de Góis, para virem a uma casa que, conforme referiu: “é um cantinho de Góis em Lisboa”.

Em seguida, tomou a palavra o presidente da Assembleia Municipal de Góis, José António Pereira de Carvalho que começou por cumprimentar e saudar todos os goienses presentes, revendo entre eles “amigos de longa data, bem como todos aqueles que gostariam de estar presentes mas que o não puderam fazer pelos mais variados motivos”, disse, referindo também que se encerra com "Chave de Ouro" o ciclo de Festas das Freguesias do concelho.

Fez ainda referência às belezas naturais de Góis, aos muitos eventos ali realizados anualmente, assim como ao acolhimento dado a quem nos visita, “é terra de gente sã, ordeira e trabalhadora, sede das principais Entidades concelhias, como será o caso do Centro Social Rocha Barros, Santa Casa da Misericórdia de Góis, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Góis, Associação Educativa e Recreativa de Góis, com as suas ramificações em sede de Banda e do Futebol, empresas de Faianças, de Alumínios, de Madeiras, entre muitas outras”, disse o edil aconselhando à visita de uma freguesia "Com Vida".

Fez também uma breve descrição do que foi apresentado ao longo das diversas festas das freguesias do concelho de Góis, afirmando que “por aqui foi apresentado o que de melhor existe na nossa região”.

Louvou o trabalho que a casa de Concelho de Góis tem desenvolvido, e mostrou-se convicto, que a Casa do Concelho deve ser encarada como um parceiro social, junto do poder local.

O presidente da Assembleia Municipal terminou com uma palavra de optimismo para os jovens, naturais ou oriundos do concelho de Góis, a quem saudou particularmente e incentivou a lutarem pelas suas convicções.

Marcaram também presença na mesa de abertura o sócio número um da Casa de Concelho, Armando Gualter Nogueira e o presidente da Junta de Freguesia de Góis, Alberto Jorge Reis.

Terminada a sessão de abertura, o programa continuou em torno do tema: “Desertificação - passado, presente e futuro”, que contou com uma apresentação de Graciano Rodrigues que

apresentou gráficos com o diagnóstico desde 1911 até 2001, do fenómeno da desertificação, nas diferentes freguesias do concelho de Góis.

Despovoamento e Regionalismo foi o tema abordado pelo Eng. João Nogueira Ramos, que fez uma abordagem dos diversos modos de povoar e despovoar, vendo o lado positivo do despovoamento que, no seu ponto de vista, acabou por também trazer coisas positivas para o concelho, reportando-se ainda para alguns factores que podem estar na origem do desenvolvimento de uma região.

Para fazer uma abordagem histórica de Góis e da sua génese, seguiu-se o Mestre João Simões que foi ao mais ínfimo do tema iniciando por apresentar como apareceu o planeta terra, falando dos mais remotos tempos da génese goiense e das diversas transformações até ao tempo actual.

Fez também uma alusão ao pelourinho, incitando para que este volte a ser colocado e falou ainda do grande potencial que tem o concelho de Góis.

Com o tempo muito curto para conseguir transmitir todos os seus conhecimento, alusivos ao tema, o Mestre João Simões encerrou “com chave de ouro” disponibilizando-se para partilhar o seu saber com quem se manifestar interessado.

 

 

Finda a sessão, seguiu-se a actuação da Orquestra Ligeira da Associação Educativa e Recreativa de Góis “Force Band”, onde os mais jovens elemento da Filarmónica de Góis mostraram os seus maravilhosos dotes musicais com uma fabulosa interpretação, que encerrou ao som da marcha de Góis “O Ceira Corre...”

Para terminar, bem à moda de Góis e todos puderem dar um “pezinho de dança” e cantarem ao desafio, subiram ao palco os acordeonistas Acácio Daniel Bandeira, de Cortecega e Luciano Neves Martins, da Folgosa.

 

No final de todo o programa seguiu-se um jantar volante, onde não faltaram as iguarias regionais e o bom vinho de Góis.

Noticia em "O Varzeense" de 30.05.2009

 

 

 

publicado por penedo às 19:56

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

O Varzeense

46.º aniversário do jornal O Varzeense

 
Com quase meio século de existência, o jornal O VARZEENSE irá levar a efeito no próximo dia 15 de Março, em Vila Nova do Ceira, um almoço convívio para comemorar o seu 46.º aniversário.
Pretendemos que este encontro sirva para reunir anunciantes, assinantes, colaboradores e todos os amigos que queiram participar connosco nesta festa convívio, a fim de se aproximar cada vez mais a "família" que compõe o nosso jornal. Sim... Porque o jornal somos todos nós... Quem escreve e quem lê, e só com a ajuda de todos poderemos construir um jornal cada vez melhor, onde possamos dignificar a freguesia de Vila Nova do Ceira e o concelho de Góis.
O preço da inscrição será 11 euros e a emente será o tradicional cozido à portuguesa, confeccionado por um grupo de amigas que voluntariamente se tem disponibilizado a ajudar O VARZEENSE, neste tipo de iniciativas.
Não haverá convites especiais. Estão todos convidados, quem quiser participar neste encontro poderá inscrever-se directamente na redacção d' O VARZEENSE, pelo número telf./fax 235772487, ou através dos e-mail's: varzeense@gmail.com / varzeense@sapo.pt / jornal@ovarzeense.pt.
in O Varzeense, de 15/02/2009
publicado por penedo às 18:43

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. À volta dos Penedos- Povo...

. Centro de Saude de Gois

. Festa da Freguesia de Gói...

. O Varzeense

.links

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO