Quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Veados

 

veados

publicado por penedo às 00:16

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009

Desabafo da minha aldeia ....Pena

 
A minha aldeia, tem por nome próprio Pena, que se encontrava escrito numa placa, no Esporão, que é a entrada da estrada principal da mesma. Mas que desapareceu, não agradando nada aos moradores que a habitam.
Agora é apenas "Aldeias de Xisto". A Pena é uma dessas aldeias e por certo a mais bonita da freguesia de Góis, visitada por dezenas de pessoas todas as semanas.
Agradecemos muito ao nosso Presidente da Câmara, pela ajuda que nos deu para a recuperação das casas antigas, por isso o nosso muito obrigada, mas só foi pena e é uma vergonha para quem visita esta aldeia que a parte que é a entrada principal não tivesse sido recuperada. Também as nossas estradas, que dão acesso a outras aldeias de Xisto continuam intransitáveis.
Ora vamos ter esperança que este ano de 2009 e com eleições à porta, não se esqueçam de nós, que pelo menos haja uma promessa para a nossa aldeia e que não fique no esquecimento.
Além disto, aqui na aldeia da Pena temos outro problema, que está a prejudicar bastante os seus moradores, que são os veados. No ano de 2008 ficámos sem videiras, feijão, pequenas plantações de castanheiros, etc... Ora, os moradores desta aldeia não vivem do rendimento da caça, apenas têm pequenas reformas para sobreviverem e ainda precisam da sua agricultura para ajuda pois, as reformas não chegam.
Agradecíamos, por isso, que alguém tomasse a responsabilidade, pois não podemos continuar assim.
Mas nem tudo são notícias tristes, uma vez que, no ano de 2008 se criou, nesta aldeia, uma abóbora com perto de 100 kg, coisa que nunca cá tinha acontecido. A abóbora foi admirada por muita gente inclusive por turistas que cá vieram.
Sem mais desabafos me despeço, obrigada.

Pena, G. Neves
in O Varzeense, de 30/01/2009

 

tags: ,
publicado por penedo às 23:14

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

CAMINHADA: “Rota das Tradições do Xisto - Penedos de Góis - Serra da Lousã”

10 de Janeiro


Percorrendo as Aldeias do Xisto da Serra da Lousã no concelho de Góis Aigra Nova, Aigra Velha, Comareira e Pena, com a companhia dos imponentes Penedos de Góis. O percurso passa por um conjunto de aldeias vivas do concelho de Góis onde os participantes podem desfrutar de características e tradições únicas do território do xisto: alambique, eira, forno e moinho comunitários, hortas e culturas serranas, visita à uma exploração de cabras, soutos, cozinhas e caniços tradicionais, gateiras, pocilga do porco, produtor artesanal de mel da Serra da Lousã. Momento único será a visita à aldeia de Aigra Velha que ainda dispõe de um sistema defensivo apenas visto nas aldeias e vilas medievais mais antigas do nosso país e a visita aos fósseis marinhos existentes no Penedo de Góis. Com alguma probabilidade será possível avistar uma rapina ou uma manada de veados neste percurso.

 
Para inscrições e informações:
Bairro de S. Paulo, 13, 3330-304 GÓIS
tel / fax 235 778 938
telem 966 217 787
mail geral@transserrano.com
 
publicado por penedo às 15:13

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

21 (domingo) CAMINHADA: “Na Rota dos Veados” - Serra da Lousã

 

Percurso muito acessível, com desníveis suaves, quase sempre ao longo de caminhos florestais. Na Rota dos Veados é um percurso que se realiza na zona alta da Serra da Lousã, percorrendo zonas florestais e de extensos matos de urze e carqueja, habitat preferencial do maior mamífero desta Serra, o Veado. É possível, ao longo de todo o trajecto, encontrar vestígios deste cervídeo (marcações nas árvores, trilhos, dejectos, pegadas, etc.). Com alguma sorte, também poderemos observar e/ou ouvir algum destes animais em plena liberdade.

Tipo de percurso: Circula. Extensão: cerca de 8km. Duração: 4-5h.

Para inscrições e informações:
Bairro de S. Paulo, 13, 3330-304 GÓIS tel / fax 235 778 938

telem 966 217 787

mail geral@transserrano.com

 

tags: ,
publicado por penedo às 18:35

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

À Volta dos Penedos---Góis - Feira da Castanha e do Mel

 
 
foto hi5 Poboraes
Vista  dos Povorais e seus soitos de castanheiros
 
Como já vai acontecendo há alguns anos, realizou-se este fim-de-semana a Feira da Castanha e do Mel na Vila de Góis. Além dos feirantes habituais as vendedoras de castanhas estavam presentes e os visitantes aproveitavam para encher os sacos e preparar reservas para o S. Martinho que não está longe.
Os preços rondavam os 3 euros o quilo, um preço bem alto se considerarmos que o produto já foi a base da alimentação desta região. Mas os soutos escasseiam, explicou ao Jornal de Arganil Fernando Barata Henriques, de Povorais, e o único produtor local presente na Feira que vendia a castanha ao simpático preço de 1,50 euros. Um apaixonado da vida do campo, com a sua mulher Maria Isabel Henriques, trata dos castanheiros que herdou da família com toda a atenção que merecem. Já reformado do trabalho do bem conhecido Café Barata, dedica parte do seu tempo aos castanheiros e às nogueiras. "Em a gente acabando, isto acaba", declarou Maria Isabel. É difícil descer à Ribeira da Pena e, porque tem uma pequena camionete, ainda é o marido, com alguns homens, que faz o transporte das castanhas de outros proprietários que não têm meios para o fazer. Mas as queixas vão mais longe. Segundo Fernando Henriques já não são só os javalis que rondam os castanheiros agora são também os veados lançados na Serra da Lousã que se regalam com o fruto. Apesar de tudo, este simpático casal só desiste quando não puder mesmo assegura o serviço e a razão está no prazer que lhe dá cuidar do que foi dos seus antepassados, prazer esse que lhes está estampado nos rostos e no vibrar da voz.
Uma tenda instalada na Feira estava reservada a produtores de castanha e mel que vendiam também produtos derivados, como licores, polén, e objectos decorativos feitos de cera. Por seu turno, a LousãMel aplicava-se na análise de amostras de mel, registando características dos produtos que se apresentaram a concurso.
Como não há festa popular sem música tradicional, subiu ao palco, na parte da manhã, o Grupo Folclórico "As Sachadeiras", da Casa do Povo de Vila Nova do Ceira. Enquanto muito povo os via e ouvia, do outro lado decorria o campeonato do Jogo da Malha.

                  Concurso doçaria

ALUNOS DA ESCOLA BÁSICA GANHAM 1.º PRÉMIO

Concurso de doces à base de mel. Fizeram parte do júri, em representação da Associação de Apicultores de Góis, sr.ª Júlia Fernandes, da Lousãmel, a eng.ª Ana Paula Sancesa, da Câmara Municipal de Góis, a vereadora sr.ª D. Helena Moniz.
A classificação final foi a seguinte: 1.º lugar, finalistas da Escola EB 2,3 de Góis; em 2.º lugar, Ramiro Simões; em 3.º lugar sr.ª D. Maria Olívia Almeida.


                             Concurso de Mel

JOSÉ CARVALHO GANHA O 1.º PRÉMIO
 

Num ano em que foi patente a escassez de mel na área da serra da Lousã é extremamente importante para motivação dos produtores a realização deste concurso, o primeiro no contexto deste certame e que foi promovido pela Câmara Municipal em parceria com a Lousãmel. Participaram 8 produtores e o resultado foi o seguinte: 1.º lugar, José Carvalho; 2.º lugar, Aníbal Tomaz Carvalho; 3.º lugar, Jorge Veiga Antunes.

O júri era composto por: Presidente da Lousãmel, sr. António Carvalho, Eng.ª Ana Paula, técnica desta instituição e Luís Ferreira, da Câmara Municipal de Góis.
Os concursos enquadraram-se no programa de animação da Festa de Feira e do Mel, que contou com muita animação e com a presença do Presidente da Câmara de Góis, José Girão Vitorino, já restabelecido da sua saúde e em dia de aniversário natalício.
Não queremos deixar de assinalar o trabalho, destreza e simpatia da funcionária da Câmara Municipal, Eng.ª Helena Pedruco que, pertencendo à organização foi incansável no sentido de resolver todos os problemas que foram surgindo durante todo o dia.
 
 
 
                                                                           in Jornal de Arganil, de 6/11/2008

 

publicado por penedo às 16:25

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Á VOLTA DOS PENEDOS

Povorais - Veados à solta

Mais uma vez os Povorais estão a ser atacados pelos veados que os homens libertaram nas serras, sem pensarem que estes animais irão destruir toda a agricultura que os moradores cultivam nas suas aldeias para sua alimentação, acabando assim com a subsistência dos idosos que insistem em não deixar morrer as suas aldeias.
Enquanto os outros só se preocupam é com o seu bem-estar e dos seus «amigos», haja quem resolva este problema.
O Barata
in A Comarca de Arganil, de 22/04/2008
publicado por penedo às 22:25

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Veados

. Desabafo da minha aldeia ...

. CAMINHADA: “Rota das Trad...

. 21 (domingo) CAMINHADA: “...

. À Volta dos Penedos---Gói...

. Á VOLTA DOS PENEDOS

.links

.arquivos

. Outubro 2018

. Junho 2018

. Setembro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO